A sustentabilidade corporativa deixou de ser “bom ter” para “deve ter”, à medida que os líderes empresariais em todo o mundo começaram a considerar o atendimento às necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras de atender às suas.

Embora o foco das atenções sejam geralmente os setores poluentes, as organizações que operam em setores sustentáveis ​​também têm um papel a desempenhar na adoção de práticas mais sustentáveis em suas operações.

Neste mergulho profundo, damos uma olhada em como as empresas podem adotar medidas que gerem mudanças positivas em escala, levando a um real impacto ambiental e para o consumidor.

Por que a sustentabilidade é importante para os negócios?

Os benefícios ambientais e sociais de um modelo econômico sustentável são claros e foram enfatizados pela Covid-19. Cada vez mais, os consumidores em todo o mundo estão pedindo às empresas de quem compram que façam a coisa certa, com o Índice de Consumidor Futuro da EY descobrindo que eles estão dispostos a pagar um prêmio por produtos e serviços sustentáveis, ​​à medida que a recuperação pós-pandemia se inicia.

A nível internacional, a próxima reunião COP26 – considerada como a “reunião climática mais importante de nossa geração” – verá os países apresentarem compromissos mais ambiciosos em relação às emissões líquidas zero.

E com o aumento dos riscos regulatórios e a perspectiva de impostos sobre o carbono em vários mercados, é claro que as empresas devem adotar modelos de negócios sustentáveis ​​agora.

Para criar uma mudança verdadeiramente transformacional, a criação de benefícios compartilhados para as pessoas e os locais onde operamos devem se tornar o mínimo esperado de cada empresa.

Acreditamos que empresas como a nossa têm a responsabilidade de dar um passo à frente e ajudar a liderar esta tendência, de forma responsável e em relação a todos as partes interessadas.

O jeito Atlas

A Atlas Renewable Energy foi concebida com a sustentabilidade em seu núcleo. Desde nosso lançamento em 2017, nossa visão tem sido acelerar a transição energética em direção à energia limpa, ao mesmo tempo em que impulsiona mudanças positivas em toda a indústria. Para nós, isso significou criar uma empresa que revolucionaria e elevaria positivamente o setor de energia de hoje, sempre colocando a sustentabilidade e o progresso social como pilares centrais de nossa missão. Isso nos permitiu nos tornar uma das empresas de energia renovável de crescimento mais rápido, estabelecendo compromissos tangíveis e significativos com as comunidades onde operamos.

Nos últimos quatro anos, porém, o que queremos dizer quando falamos em sustentabilidade tem evoluído. Por exemplo, uma crença inicial na mitigação do impacto ambiental tornou-se um compromisso com a perda líquida zero de biodiversidade onde quer que operemos. À medida que a conversa avança, acreditamos que existe uma oportunidade para as empresas em todo o mundo tomarem medidas decisivas como líderes em sustentabilidade.

Maximizando impactos

As empresas de energia renovável estão conduzindo a transição energética e os benefícios ambientais de nossas atividades são enormes. Entretanto, acreditamos que faz pouco sentido economizar emissões de carbono através de nossas plantas solares sem levar em conta os impactos sociais e de governança do que fazemos.

Ao adotar os princípios de operações ESG, as empresas que operam em setores sustentáveis ​​podem agregar valor à sociedade e gerenciar melhor os riscos e as oportunidades decorrentes de um grupo mais amplo de partes interessadas – desde as comunidades em que operam até a força de trabalho que empregam.

Na Atlas, isso significa tomar medidas para melhorar nossa própria pegada de carbono, incluindo evitar o uso de papel em nossos escritórios, melhorar os esquemas de reciclagem e implementar medidas para encorajar formas mais flexíveis de trabalho a fim de reduzir as emissões provenientes de deslocamentos. Também buscamos incorporar e fortalecer as práticas verdes nas comunidades onde operamos. Por fim, como uma empresa focada em causar um impacto positivo nas pessoas com as quais interagimos e nos ambientes em que atuamos, temos trabalhado muito para fortalecer a diversidade, a inclusão e o desenvolvimento como um todo.

Junto com esses fatores, mantemos um foco contínuo na inovação. Isso aumenta o valor e a eficiência dos projetos que desenvolvemos e operamos. Também maximiza o valor das matérias-primas que usamos, ao mesmo tempo que minimiza o fornecimento geral de materiais de que precisamos. Por exemplo, melhorias na capacidade de geração de energia dos painéis fotovoltaicos que usamos levarão a um menor número de painéis , reduzindo os requisitos de recursos e o uso do solo.

Compartilhamento de conhecimento

Felizmente, as empresas que buscam gerar mudanças de longo alcance não precisam começar do zero. Grandes empresas multinacionais em todos os setores industriais começaram a facilitar o compartilhamento de suas iniciativas de sustentabilidade com seus pares – e esta polinização intersetorial de ideias significa que, não importa em que área uma empresa trabalhe, colaborar em soluções e inovações significa que elas podem ser compartilhadas para aumento de escala nacional e internacional. Recentemente, compartilhamos nossas experiências em nosso primeiro relatório de sustentabilidade

É importante ressaltar que existem várias estruturas para dar às empresas um ponto de partida. Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU  (ODS) são uma coleção de 17 objetivos globais interligados, projetados para ser um “modelo para alcançar um futuro melhor e mais sustentável para todos”. Para empresas que desejam avançar na agenda dos ODS, o trabalho começa agindo com responsabilidade – incorporando amplamente os Dez Princípios do Pacto Global da ONU nas estratégias e operações, e entendendo que boas práticas ou inovação em uma área não podem compensar o dano em outra. A partir daí, as empresas podem encontrar oportunidades de contribuir para a realização de um – ou vários – objetivos.

Em nosso caso, nos concentramos em nove dos 17 ODS. Estes são divididos em nossos ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) principais, que vão ao cerne do nosso negócio, e ODS materiais que refletem nossos processos e missão:

À medida que nossa estratégia de sustentabilidade continua a se desenvolver, revisaremos o escopo de nossas atividades e consideraremos se nos concentramos em ODSs adicionais além desses nove.

Padrões de desempenho da IFC

Os Padrões de Desempenho da International Finance Corporation (IFC) são outra estrutura importante. Concebidos para clientes da IFC, eles definem as responsabilidades das empresas para gerenciar seus riscos ambientais e sociais e incluem áreas como biodiversidade, reassentamento, trabalho e apoio comunitário.

Todos os nossos ativos, assim como nossos novos projetos, atendem a esses padrões, e temos desenvolvido iniciativas externas que alinham nossas atividades às necessidades e aos desafios das comunidades onde atuamos.

Nos últimos anos, eles incluíram:

  • um projeto de apicultura criado para fortalecer as habilidades da apicultura perto de nossa fábrica de São Pedro no Brasil;
  • a criação de um centro de educação ambiental e uma horta próxima à nossa fábrica Sertão Solar, bem como outras hortas próximas à nossa fábrica em São Pedro;
  • um programa de educação ambiental e acompanhamento de um viveiro perto de nossa planta Sol do Futuro;
  • a doação de mudas da planta nativa Umbu Gigante, próximo à nossa unidade Juazeiro Solar, que permitiu que os frutos produzidos funcionassem como fonte de renda para as comunidades vizinhas, ao mesmo tempo que contribuíam para a biodiversidade local;
  •  conservação de 1.229 hectares de habitat de floresta e pastagem para proteger as espécies locais próximas ao nosso projeto que está sendo desenvolvido em Campeche, México;
  • nossa parceria com The Pale Blue Dot, uma organização mexicana que promove programas educacionais por meio do uso de tecnologia em escolas e centros comunitários; e
  • o programa Atlas de força de trabalho feminina, que melhora o acesso das mulheres locais a empregos, oportunidades de empreendedorismo e posições de liderança em toda a cadeia de valor corporativa.

Ao nos envolvermos com as comunidades dessa forma, conseguimos trabalhar para a implementação de resultados mais sustentáveis ​​e ter sucesso em nosso objetivo de ajudar na preservação de diversos ecossistemas.

Escolha uma métrica e comece

Para as empresas que estão iniciando sua jornada de sustentabilidade, decidir por onde começar pode muitas vezes ser árduo. Ao longo de nossa jornada, descobrimos que iniciativas direcionadas, com foco em públicos específicos, criam os resultados mais tangíveis. Por exemplo, um dos nossos principais focos têm sido as mulheres na força de trabalho. O setor de energia é predominantemente dominado por homens, com inúmeras barreiras de acesso para as mulheres.

Para lidar com isso, introduzimos várias medidas baseadas em evidências, como por exemplo:

  • linguagem neutra: não usamos pronomes específicos de gênero em nossos anúncios de empregos ou comunicações relacionadas. Também garantimos que a linguagem usada seja equilibrada para aumentar a atratividade de cada posição e reduzir a chance de perder candidatos de alto calibre;
  • ponderação igualitária das qualificações: reconhecemos as qualificações de todos os candidatos, independentemente da instituição ou país em que as qualificações ou experiência são obtidas;
  • promoção do acesso a grupos sub-representados: quando os candidatos possuem qualificações e experiência semelhantes ou iguais, também consideramos se algum candidato é de um grupo sub-representado;
  • equidade de gênero: consideramos pelo menos uma candidata do sexo feminino na fase final de um processo de inscrição. Para conseguir isso, trabalhamos para garantir que nossos anúncios de emprego não incluam linguagem com gênero que possa agir como um desincentivo para candidatas em potencial.

Como resultado, desde 2017, mais do que dobramos a proporção de mulheres que trabalham em nossa empresa para 40%. Isso nos colocou muito acima da média do setor de energia e agora estamos visando a paridade total de 50%. Nosso foco nas mulheres se aplica tanto fora quanto dentro da Atlas e, em 2020, lançamos nosso programa de força de trabalho feminina “Somos todos parte da mesma energia”, que se concentra nas comunidades onde operamos. Esta iniciativa foi criada especificamente para melhorar o acesso das mulheres locais ao treinamento em habilidades técnicas, novos empregos e oportunidades empresariais, e seu potencial de liderança em cadeias de valor corporativas.

Fazendo a diferença

Os desafios ESG globais, desde crises climáticas, hídricas e alimentares até desigualdade e discriminação, precisam de soluções que o setor privado possa oferecer. Com a sustentabilidade firmemente na agenda global, nenhuma empresa – nem mesmo uma operando em um setor positivo para o clima – pode se dar ao luxo de se tornar complacente com suas atividades. Porém, com várias estruturas disponíveis e o potencial para colaboração ponto a ponto e compartilhamento de conhecimento, acreditamos que gerar mudanças sustentáveis ​​em escala não só é possível, mas também inevitável.

Em parceria com a Castleberry Media, temos o compromisso de cuidar do nosso planeta, portanto, este conteúdo é responsável com o meio ambiente.*

This site is registered on wpml.org as a development site. Switch to a production site key to remove this banner.