Neste artigo, exploramos o potencial das instituições financeiras de desenvolvimento (IFD) para apoiar o crescimento das energias renováveis e impulsionar o investimento no setor. Usando a Atlas Renewable Energy como um estudo de caso, examinamos como estruturas de financiamento inovadoras e colaborações estratégicas com IFDs estão tornando os projetos de energia renovável mais lucrativos e financiáveis, permitindo que a transição energética se torne uma realidade.

A energia renovável continua a ser um bom investimento em 2023 e além…

À medida que o mundo continua a priorizar a transição para uma economia de baixo carbono, a energia renovável está pronta para desempenhar um papel cada vez mais importante no atendimento da demanda global de energia, tornando-se um setor a ser observado pelos investidores que buscam causar um impacto positivo enquanto geram retornos.

A energia renovável tem sido um dos setores mais empolgantes e em rápida expansão nos últimos anos. Em 2023, continua sendo um bom investimento devido a vários fatores.

Em primeiro lugar, as tecnologias de energia renovável, como a solar e a eólica, tornam-se cada vez mais competitivas em relação aos combustíveis fósseis em termos de custo. Isto tem sido impulsionado por melhorias na tecnologia e economias de escala, tornando a energia renovável uma opção mais econômica para indivíduos e organizações. Essa mudança para a energia renovável tem sido ainda mais apoiada por metas ambiciosas de descarbonização estabelecidas por países em todo o mundo, que devem continuar a impulsionar a demanda por energia renovável nos próximos anos.

Além do custo decrescente das energias renováveis, esses projetos podem fornecer retornos estáveis e de longo prazo aos investidores.

Finalmente, investir em energia renovável costuma ser visto como uma maneira impactante de apoiar a transição para um futuro de baixo carbono e enfrentar os desafios ambientais globais, o que pode ser uma consideração fundamental para os investidores que priorizam fatores ambientais, sociais e de governança (ESG).

… mas para alcançar escala, é necessário mais investimento.

Apesar do difícil ambiente macroeconômico dos últimos anos, os investidores continuam a migrar para o setor. Em 2022, o financiamento para energia renovável subiu atingindo um recorde de US$ 495 bilhões, de acordo com dados da BloombergNEF, impulsionados em grande parte pelo investimento em energia solar, que saltou 36% em relação ao ano anterior. Na Atlas, vimos esse crescimento em primeira mão, pois desenvolvemos diversos novos projetos nas Américas.

Embora esse aumento no investimento seja empolgante para que o mundo possa atingir a meta do Acordo de Paris de limitar o aquecimento global a bem abaixo de 2 °C, ainda não é suficiente – estima-se a necessidade de cerca de US$ 131 trilhões a mais, segundo a Agência Internacional de Energia Renovável (IRENA), que calcula que a participação da energia renovável no mix global de energia precisa dobrar para 36% até 2050.

Desde que a Atlas Renewable Energy foi fundada em 2016, sua equipe experiente tem trabalhado arduamente para contribuir para o sistema de energia sustentável e inclusivo do futuro, desenvolvendo mecanismos de financiamento para ajudar a trazer mais investidores para o setor. Podemos executar contratos corporativos de compra de energia (PPAs) que oferecem proteção contra as flutuações do custo de energia, proporcionando um fluxo constante de receita para os investidores por longos períodos. Além disso, também criamos estruturas inovadoras para mitigar riscos, oferecer potencial de retorno adicional e criar mais oportunidades de investimento.

Alavancando o poder das Instituições Financeiras de Desenvolvimento (IFD)

Uma das maneiras mais impactantes de promover a transformação de energia renovável é aproveitando o apoio das IFDs para ajudar a ampliar o investimento em energia renovável do setor privado.

As IFDs são estabelecidas e orientadas por governos em todo o mundo para perseguir objetivos de políticas públicas, como as transformações das energias renováveis. Com sua capacidade de reduzir os custos de financiamento, mitigar riscos e aumentar a viabilidade dos projetos, as IFDs podem permitir que os projetos de energia renovável se tornem mais rentáveis e financiáveis, criando assim as condições de mercado favoráveis necessárias para que mais capital privado participe de seu desenvolvimento.

O apoio das IFDs pode variar desde investimentos de capital, pelos quais uma instituição fornece aos desenvolvedores o financiamento necessário para construir e operar projetos de energia renovável, até garantias, que ajudam os investidores de seguros em projetos de energia renovável contra riscos. Eles também podem alavancar sua classificação de grau de investimento – muitas vezes superior à do soberano em que estão operando – para aproveitar fundos de baixo custo para projetos de energia renovável através da emissão de títulos verdes. Além disso, através do financiamento misto, as IFDs podem fornecer uma combinação de subvenções, empréstimos concessionais e empréstimos a taxas de mercado para reduzir o risco e o custo do financiamento de projetos de energia renovável, tornando-os mais lucrativos e financiáveis, especialmente nos países em desenvolvimento.

Colhendo os benefícios de investir em um projeto apoiado por IFD

Além de abrir novas oportunidades para os investidores garantirem retornos mais favoráveis, o suporte da IFD oferece uma série de outros benefícios.

As IFDs podem fornecer assistência técnica aos desenvolvedores de energias renováveis, o que pode ajudar a melhorar a concepção de projetos e aumentar a eficiência dos sistemas de energias renováveis. Isso pode resultar em economia de custos e aumento da lucratividade ao longo da vida útil do projeto. Além disso, as IFDs podem fornecer acesso a redes de especialistas, formuladores de políticas e outras partes interessadas no setor de energia renovável, o que pode ajudar os investidores a se manterem atualizados sobre as tendências e oportunidades do setor.

Além disso, o fato de as IFDs realizarem amplos processos de due diligence para gerenciar e medir os impactos de seus investimentos, significa que elas só farão parcerias com desenvolvedores de energia renovável respeitáveis – oferecendo mais segurança aos investidores e credores comerciais. 

Como parte de sua missão de acelerar a transição para um futuro energético mais limpo e sustentável, a Atlas Renewable Energy fez parceria com diversas IFDs em vários de seus projetos, abrindo caminho para que mais investidores participem da transição energética global.

Colocando em prática: como o Atlas trabalha com IFDs

Mobilizando o investimento através da redução do risco e da melhoria da capacidade de financiamento

Para financiar as usinas solares El Naranjal e Del Litoral no Uruguai, a Atlas Renewable Energy fez uma parceria com o BID Invest, parte do Banco Interamericano de Desenvolvimento. Neste acordo premiado, o BID Invest forneceu um pacote de financiamento que consiste em linhas de crédito sênior e subordinadas estruturadas como obrigações B (B-bonds). Isso facilitou a mobilização de capital de investidores institucionais, incluindo Allianz Global Investors, John Hancock, Industrial Alliance e BlackRock, e marcou a primeira vez que os investidores institucionais assumiram riscos subordinados no setor de energias renováveis no Uruguai.

Além da participação do BID Invest, a Atlas implementou várias abordagens de mitigação de riscos para garantir que essa transação fosse atrativa para os investidores institucionais. Estes incluíram PPAs financiáveis com prazo de 30 anos com uma concessionária de energia elétrica estatal estável e termos vantajosos, incluindo preço fixo, pagamentos ajustados pela inflação ao longo da vida útil do PPA, sem nenhuma exigência de geração mínima de energia e provisões de redução para compensar os produtores de energia renováveis.

Aproveitando o suporte técnico através de financiamento misto

A Atlas Renewable Energy também fez uma parceria com o BID Invest para apoiar o projeto, construção, comissionamento e operação de seis usinas fotovoltaicas bifaciais, com capacidade combinada de 359 MW, no estado de Minas Gerais, no Brasil.

Essa estrutura de financiamento envolveu o empréstimo de US$ 80 milhões do BID Invest, bem como a mobilização de US$ 60 milhões de recursos do DNB Bank, além de dois empréstimos de financiamento misto de US$ 5 milhões cada do Climate Fund Canada para o Setor Privado das Américas – Fase II (C2FII) e do Fundo de Tecnologia Limpa (CTF), ambos administrados pelo BID Invest.

Além do aspecto financeiro, a transação do BID Invest também inclui assessoria técnica e incentivos financeiros para acelerar a inclusão de gênero e proporcionar maiores oportunidades para grupos étnicos sub-representados, visando a participação da força de trabalho técnica feminina no processo de construção de 15%, dos quais pelo menos 30% são afrodescendentes.

Superando a volatilidade da moeda através do financiamento em dólares americanos

Este ano, a Atlas Renewable Energy fez uma parceria com a IFD brasileira, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para financiar seu projeto solar Boa Sorte, garantindo um empréstimo de US$ 210 milhões.

Foi a primeira vez que o BNDES executou um empréstimo indexado ao dólar americano para um projeto de energia renovável, estabelecendo um novo precedente para o financiamento de projetos no Brasil. Esse financiamento indexado ao dólar foi um pré-requisito crucial para tornar o projeto viável.

Isso foi possível devido a uma nova regulamentação da Lei nº 14.286/2021 – conhecida como Lei de Câmbio, de 31 de dezembro de 2022 – que permite que os exportadores assinem contratos de compra de energia (PPAs) em dólares americanos com empresas autorizadas.

O financiamento que a Atlas obteve sob a nova estrutura permite que os exportadores de indústrias intensivas em energia que vendem seus produtos em dólares, reduzam sua exposição às flutuações da taxa de câmbio, permitindo-lhes comprar eletricidade a preços vinculados ao dólar.

Atlas Renewable Energy: inovando para crescer

Como parte de sua missão de acelerar a transição para um futuro mais limpo e sustentável, a Atlas Renewable Energy continua a colaborar com as IFDs para trazer mais capital privado para o setor de energia renovável, tornando-o mais lucrativo e financiável. As parcerias bem-sucedidas da Atlas Renewable Energy com IFDs em uma série de projetos estabeleceram um modelo para o setor de energia renovável, demonstrando o potencial para entidades privadas e públicas trabalharem juntas para impulsionar a transição energética enquanto geram retornos. Ao priorizar a colaboração e a inovação, a Atlas Renewable Energy está bem posicionada para liderar o caminho para tornar os investimentos em energia renovável mais acessíveis, atraentes e impactantes para os investidores que buscam contribuir para um futuro sustentável.

Em parceria com a Castleberry Media, estamos comprometidos em cuidar do nosso planeta, portanto, este conteúdo é responsável com o meio ambiente.

This site is registered on wpml.org as a development site. Switch to a production site key to remove this banner.